Poemas Selecionados

 

O Rosto Perdido

Na areia de multiplicáveis rostos

Perdeste o teu.

E cada um dos rostos

Que configuram o universo

Repetem-se, confundem-se com o teu,

Que são todos e nenhum.

Por isso ainda que te vejas

Inumeráveis vezes no espelho,

Jamais serás tu, mas outro.

Que como teu rosto

Para sempre também se perdeu.

 

Adalid

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s