Havana

Vai-se-me lentamente,

a forma, as cores, o sabor, a textura deste dia.

Tão antiga como a lua

se acende em cheia

no alto desta hora

a poesia

e deixa que me vá

para ouvir bem perto  deste cais,

o poema que recria a vida.

Imagem

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s